Artigos Técnicos

Termos e definições da NBR16384

de 14 de março de 2021 Sem comentários

Termos e definições na NBR16384

Segurança em eletricidade — Recomendações e orientações para trabalho seguro em serviços com eletricidade.

Aqui estamos informando todos os termos e definições presentes na NBR16384 para que você possa iniciar o entendimento da nova norma que orienta os trabalhadores na segurança com eletricidade. São as expressões peculiares presentes na norma definidas para um entendimento comum.

Para os efeitos deste documento, aplica-se os seguintes termos e definições:

Gerais:

  • atividade – qualquer ação de pessoas na intervenção, operação, execução de serviços em instalações elétricas ou não elétricas, em que há a possibilidade de um perigo gerado pela eletricidade.área classificada – local no qual uma atmosfera explosiva de gás inflamável ou poeira combustível está ou pode estar presente em quantidades tais que necessitem de precauções especiais para a instalação, inspeção, manutenção, reparo, recuperação e utilização de equipamentos mecânicos e elétricos, fixos ou portáteis.
    • NOTA Para os efeitos desta Norma, uma área classificada é uma região tridimensional.
  • área não classificada – área na qual uma atmosfera explosiva de gás inflamável ou poeira combustível não é prevista em condições que necessitem de precauções especiais para a instalação e utilização de equipamentos mecânicos e elétricos, fixos ou portáteis
  • equipamento portátil -equipamento destinado a ser carregado por uma pessoa.
  • equipamento de utilização pessoal – equipamento destinado a ser carregado junto ao corpo de uma pessoa durante utilização normal nas atividades laborais.
  • extra-baixa tensão EBT – tensão nominal não superior a 50 V c.a. (volts em corrente alternada) ou 130 V c.c. (volts em corrente
    contínua) entre fases ou fase e terra.
    • NOTA Em situações específicas é considerada “tensão de segurança”.
  • influências externas – influências externas variáveis ambientais ou humanas, alheias, que podem interferir nos serviços e que convém que sejam consideradas na definição e seleção de medidas de proteção para segurança das pessoas e para o desempenho dos componentes da instalação
  • intertravamento mecânico – dispositivo mecânico ou eletromecânico utilizado em manobras operativas e em intervenções manuais nos sistemas elétricos, permitindo a segurança por meio da operação de sequências lógicas seguras pré-elaboradas.
  • instalação elétrica – conjunto das partes elétricas e não elétricas associadas, com características coordenadas entre si, que são necessárias ao funcionamento de uma parte determinada de um sistema elétrico, incluindo equipamentos e componentes.
  • lesão <elétrica> – ferimento corporal produzido pelos efeitos térmicos e físicos do choque elétrico, arco elétrico, incêndio ou explosão provocada pela energia elétrica, como consequência da operação de uma instalação elétrica.
  • local de serviço – fábrica, local ou área onde são realizados serviços
  • medições elétricas – todas as atividades destinadas a medir ou a verificar as grandezas físico-elétricas de um componente,
    equipamento ou instalação
  • operações – atividades necessárias para permitir que uma instalação elétrica opere de modo seguro
    • NOTA Estas atividades incluem atuações como manobras, controle, monitoramento e manutenção, assim como o serviço elétrico e não elétrico.
  • ordem de serviço ou permissão de trabalho – documento de segurança, mensagem ou instrução escrita específico, relacionado com a operação de qualquer instalação elétrica
  • perigo – situação ou condição com potencial para causar danos à integridade física das pessoas, meio ambiente, patrimônio ou perda de produção, por ausência de medidas de controle.
  • protetor isolante – protetor rígido ou flexível fabricado de materiais isolantes, utilizado para cobrir partes com tensão ou não, ou partes adjacentes, com a finalidade de evitar contatos acidentais.
  • responsável pela instalação elétrica – pessoa autorizada e designada para assumir a responsabilidade pela operação da instalação elétrica.
    • NOTA Responsabilidade não se transfere ou delega. É recomendável que sempre seja designada uma pessoa responsável pelo serviço.
  • risco – capacidade de uma grandeza, por meio da combinação de probabilidade ou frequência esperada de ocorrer, de causar danos à integridade das pessoas, meio ambiente, patrimônio ou perda de produção.
  • risco elétrico – probabilidade de ocorrer uma lesão versus proteções efetivas, devido às atividades com eletricidade.
  • riscos adicionais – condições ambientais e características das atividades associadas às atividades elétricas a serem desenvolvidas, além dos riscos elétricos, que direta ou indiretamente possam afetar a segurança e a saúde do trabalhador.
  • serviço em eletricidade – serviço em, com ou perto de uma instalação elétrica, como ensaios, medições, reparos, substituição,
    modificação, construção, montagem, manutenção e inspeção
  • serviço em instalação desenergizada – serviço realizado em instalações elétricas sem tensão e sem carga elétrica, executado depois de serem adotadas todas as medidas para assegurar que a instalação elétrica não se torne energizada durante a execução do serviço.
  • serviço em instalação energizada – serviço durante o qual a pessoa entra em contato com partes energizadas ou com a zona de risco, como uma parte de seu corpo ou ferramentas, equipamentos ou dispositivos que esteja manipulando.
  • serviço em proximidade de partes energizadas – serviço durante o qual a pessoa pode entrar na zona controlada, ainda que seja com uma parte do seu corpo ou com extensões condutoras, representado por materiais, ferramentas ou equipamentos que manipule.
  • serviço não elétrico – serviço realizado nos arredores ou no interior de uma instalação elétrica adequadamente construída e protegida, no qual está assegurada a ausência de riscos elétricos, como construção, montagem, escavação, limpeza, pintura etc., porém sem qualquer intervenção na parte energizada da instalação elétrica.
  • sistema elétrico – definição conceitual da distribuição da energia elétrica, desde o recebimento ou geração até o ponto
    de utilização da eletricidade
  • sistema elétrico de potência SEP – conjunto das instalações e equipamentos destinados à geração, transmissão e distribuição de energia elétrica até a medição, inclusive aplicável às empresas que se destinam a prover serviços de fornecimento de energia elétrica e que são autorizadas a atuar no setor elétrico pelo órgão regulador nacional.
  • técnicas de análise de riscos – técnicas estruturadas pelas quais são identificados os perigos e as suas respectivas causas e consequências sobre pessoas, meio ambiente e instalações, bem como são geradas recomendações de prevenção e mitigação, quando necessárias.
    • EXEMPLOS
      • a) análise preliminar de perigos/riscos;
      • b) ‘What-if’; c) análise por árvore de falhas (AAF) e
      • d) análise por árvore de eventos (AAE).

A eletroAlta engenharia é especializada na aplicação da NBR16384, atendendo a NR10.

Estamos cada vez mais emprenhados na melhoria da segurança dos trabalhos envolvendo eletricidade e prevenção dos perigos de mortes e lesões causadas por choque, queimaduras e danos patrimoniais.

Eng. Glauber Maurin

About Eng. Glauber Maurin

Responder